Supera Parque: Inovação tecnológica que gera transformação para o bem comum

por The Winners
0 comentário

Com sete anos de atuação, hub de inovação fomenta ciência, tecnologia e inovação, gerando negócios e impacto Brasil afora

Em tempos que a pandemia do novo coronavírus mudou o cotidiano, o uso de tecnologia para sanar as dores do mercado tornou-se a tônica dos novos tempos. Nesta nova realidade, iniciativas de inovação contribuem para transformar o conhecimento em soluções efetivas para a sociedade. No interior paulista, o Supera Parque de Ribeirão Preto é um exemplo de como isso acontece.

Inaugurado em 2014, o Parque nasceu do convênio entre a Universidade de São Paulo (USP), a Prefeitura local e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Paulo e abriga, atualmente, 71 empresas. Diante da crise sanitária iniciada em 2020, o Supera, junto de seus pesquisadores e equipe técnica, iniciou o projeto Supera-Ação de testagem para detecção do coronavírus, que se tornou fundamental na estratégia de combate à Covid-19 capitaneada pela Prefeitura local. O projeto surgiu de forma voluntária, com as startups e o Parque cedendo infraestrutura, equipamentos e mão-de-obra altamente especializada para dar celeridade às testagens – acabando com a fila de espera por resultados. Até abril de 2021, foram mais de 80 mil testes realizados, mais de 80% do volume total de testes realizados na cidade.

Além disso, três de suas startups entraram na briga para o desenvolvimento de vacinas preventivas para Covid-19. A Farmacore, a Invent Bio tecnologia e a MI4U utilizam todo o know how de anos de estudo e conexões de seus pesquisadores para encontrar soluções efetivas para a doença.

As ações desenvolvidas ali não impactam apenas a sociedade local. Pelos laboratórios das empresas que o compõem passam desde iniciativas que utilizam nanotecnologia para o desenvolvimento de produtos cosméticos mais seguros até
tecnologia que permitem a fabricação de células para regeneração de tecidos comprometidos.

Em 2020, o Parque gerou 459 postos de trabalhos, através de suas empresas, e R$ 5,8 milhões em impostos diretos arrecadados, mostrando que, além de novas tecnologias disponíveis à população, há também um retorno fiscal
imediato à sociedade. O reconhecimento pelo trabalho pode ser traduzido, por exemplo, pela premiação recebida na
SciBiz, em 2020, no qual foi considerado o melhor Parque Tecnológico do Brasil.

Sandro Scapelini, Médico graduado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), tem mestrado, doutorado e livre docência pela USP. Atualmente, exerce o cargo de presidente do Supera Parque e Secretário Municipal da Saúde de RP

You may also like

Deixe um Comentário