Menu
Pages

Jennifer Price – a liderança feminina no setor imobiliário de Miami

Publicidade

Jennifer Price é uma consultora de imóvel sob medida para aqueles cuja propriedade dos sonhos encontra-se em Miami. Com foco em imóveis de alto padrão do braço imobiliário da holding Berkshire Hathaway, já ganhou inúmeros prêmios e reconhecimentos ao longo dos anos atuando no setor. Nascida e criada em Quito, no Equador, Jennifer sempre soube, desde pequena, que um dia se mudaria para o que ela chama hoje de “a cidade mais feliz do mundo”, Miami, Flórida. Realizando esse sonho ainda jovem, ela conhece intimamente a comunidade e cada bairro, suas comodidades e características diversas. Criada em uma família em que o principal negócio estava centrado na indústria da hospitalidade, Jennifer aprendeu a necessidade de servir bem o cliente e do atendimento genuíno. Manteve os excelentes padrões de serviço de sua família como guia para tudo o que faria em sua carreira. Com uma formação educacional e de negócios diversificada tem bacharelado em Relações Internacionais e Comunicações de Negócios. Foi diretora de vendas internacionais do aclamado Hotel Biltmore em Coral Gables, e por isso possui habilidades estruturadas de comunicação, sendo fluente em espanhol, inglês e português, além de habilidades interpessoais que permitem que interaja e se comunique dentro das diversas comunidades do sul da Flórida.  Em 2018, montou sua própria equipe – Jennifer Price Group – na Berkshire Hathaway EWM Realty, esta é composta, atualmente, por ela e mais uma pessoa que atendem as melhores áreas de Miami. Apaixonada e dedicada aos seus clientes e a sua profissão, sua reputação a precede com um forte foco no serviço e na integridade ao cliente, ela destaca que seu sucesso vem de combinar a história de clientes com suas propriedades dos sonhos, alinhando investidores com oportunidades excelentes. Entre seus valores a remuneração sempre foi secundária às amizades pessoais que sua carreira tornou possíveis. A melhor parte de seu trabalho é o enorme sorriso, e sentimento de humildade e gratidão que recebe quando os clientes encontram as oportunidades certas através de sua orientação. Jennifer é membro do Clube de Presidentes da BHHS EWM e ganhou o Prêmio Presidente oferecido pela empresa. Recentemente foi convidada como palestrante na conferência “Mulheres que Lideram”, um grupo dinâmico de mulheres que compartilham suas percepções e experiências como líderes sobre gerenciamento, operação e sucesso. Nesta entrevista ela fala sobre o setor imobiliário de Miami e como é sua atuação nele. Confira!

The Winners – Você é natural do Equador, como chegou a Miami nos Estados Unidos e ingressou no mercado imobiliário?

Jennifer Price – Nasci e me criei no Equador, mas sempre estudei em colégio americano, de língua inglesa. Minha família tem uma casa em Orlando, então, sempre íamos para Miami e nos preparávamos, para um dia, viver lá. Eu fiz faculdade de Negócios em Miami, na Barry University, uma universidade católica privada, mas regressei com muito pesar ao Equador ao término do curso para atuar nos negócios da família. Hoje vejo que foi um grande apredizado para a carreira que construí. Nesse período, decidi que precisava aprender algo por mim mesma, e com um grupo de amigas, ficamos por um mês e meio como mochileiras pela Europa. Foi uma grande aventura, visitamos treze países, e ao ver outras partes do mundo, costumes e pude entender melhor as pessoas. Foi, sem dúvida, uma das experiências mais importantes que eu usei na minha vida profissional. Mesmo com essa experiência, e atuando nos negócios da família, ainda me encantava por Miami, pois lá me sentia em casa. E assim voltei para a cidade como Diretora de Vendas para EUA e Europa da revista América Economia, na qual permaneci por cinco anos nessa posição, até que comecei a perceber o quão excelente negociadora era e isso abriu um mundo de possibilidades para mim. Além disso, o meu falecido marido, meu grande amor, Carlos, vivia me cobrando para tirar a licença de corretora e ser uma profissional credenciada. Resolvi tentar algo diferente e entrei para o ramo imobiliário. Algum tempo após a morte de Carlos eu me peguei pensando: se sou uma boa negociadora, e o que mais gosto de fazer é ajudar as pessoas, por que não unir as duas coisas em uma profissão? Tirei minha licença e aqui estou hoje.

 

TW – O que você considera fundamental na sua profissão? Como se diferenciar e inovar?

JP – Isso é algo que sempre penso: como inovar? O mercado imobiliário, como em muitas profissões, é uma indústria em que a competição é basicamente lei. Mas eu não acredito que as coisas devem ser vistas como uma competição, creio que devemos ser nós mesmos. Foco em ser boa para mim e para meus clientes, a competição é comigo. Assim, eu transmito confiança ao cliente. O cliente precisa saber que a pessoa que o atende é honesta, conhece suas necessidades, proporciona um retorno rápido e seguro. Que o trata como único, e não apenas mais um em sua carteira. Neste setor é necessário estar disponível ao cliente, não importa o dia da semana e o horário, é um mercado dinâmico e volátil. Para fazer uma boa venda temos que entender a alma do cliente, como um psicólogo.  Conheço profundamente o mercado de Miami, ele é amplo, cheio de particularidades, e posso orientar os mais exigentes clientes e empresas de acordo com suas necessidades específicas. Procuro lembrar que a localização é crucial no setor imobiliário, tende a ser o fator determinante de valor a longo prazo. Warren Buffett, presidente e CEO da Berkshire Hathaway Inc. e um dos principais executivos do setor do mundo, afirma: “Quando as pessoas estão tomando a decisão da magnitude de comprar uma casa, é a maior decisão que muitas famílias já tomaram. Elas querem saber com quem estão trabalhando, e achamos que o nome Berkshire Hathaway será reconfortante para muitas dessas pessoas”. Isso acontece pela solidez do mercado imobiliário da Flórida.

Vanessa Meyer e Jennifer Price, a equipe de sucesso da Jennifer Price Group, uma empresa parceira da Berkshire Hathaway EWM Realty

TW – Por ter atuado no ramo hoteleiro, como você vê que essa experiência contribuiu para o sucesso de seu trabalho hoje?

JP – Ter atuado na hotelaria foi uma experiência maravilhosa que me guiou até aqui. Na entrega do serviço percebemos se o cliente ficou satisfeito ou não, quando ele te contesta, e ver ao final que ele saiu realizado significa que o trabalho foi bem-feito. Talvez uma das grandes lições da hotelaria tenha sido a paciência. Muitas vezes nem o cliente sabe ao certo as razões de sua insatisfação, e vamos aprendendo a entender suas necessidades e apreensões, cada um tem sua particularidade. O segredo é conseguir personalizar o que seria um serviço comum. Hoje no mercado imobiliário, muitas vezes, mostramos casas e apartamentos por muito tempo ao cliente, são processos longos e no final, quando eles resolvem pela compra, é extremamente compensador, pois há a questão da identidade da pessoa com a realização do sonho.

 

TW – Miami é uma cidade que recebe muitas pessoas de diversos países, como funciona sua atuação nessa circunstância? Quais os desafios e as facilidades?

JP – Miami é simplesmente única, e eu sempre adorei a cidade. Como toda metrópole tem coisas boas e ruins, e instalações como a Suíça e Hong Kong. Mas prefiro destacar as coisas que mais gosto, como a feira de arte para os maiores colecionadores do mundo, que é uma das atrações da cidade, shows de música, restaurantes, cruzeiros, lojas. A mostra Art Basel reúne o mundo da arte internacional, com mais de 250 das principais galerias do mundo exibindo as obras de mais de 4.000 artistas. destinos para artes, entretenimento, cultura, negócios e muito mais. Isso sem falar na parte financeira da cidade, muitas empresas de Nova Iorque e da Califórnia estão abrindo escritórios na região por ser oportuno na expansão dos negócios. No ano fiscal, de agosto de 2020 a julho de 2021, os compradores estrangeiros investiram US $ 5,1 bilhões em propriedades residenciais no sul da Flórida, 9% abaixo do recorde de US $ 5,6 bilhões do ano anterior, um período de 12 meses que cobriu o pré e o pico da pandemia (dados da Associação de Corretores de Imóveis de Miami e da Associação Nacional de Corretores de Imóveis), e considerando um cenário mundial de crise, esse foi um ótimo resultado, definindo a estabilidade do mercado para os investimentos internacionais. Quando pensamos em clientes fora dos EUA esse movimento é muito bom, pois uni a parte cultural e financeira, além da miscigenação de latinos e americanos que facilita a integração das pessoas e a promoção de negócios.

 

TW – Ao longo da carreira, você tem sido reconhecida por seu trabalho e foi recentemente convidada a participar da conferência Women Who Lead como palestrante. Qual a importância desse reconhecimento e como você potencializa isso para atender os seus clientes?

JP – Eu fui convidada para participar no mês hispânico como uma das corretoras de destaque do ano, então, me senti muito honrada com esse reconhecimento. Ele reflete o resultado de um trabalho construído com muita dedicação e entusiasmo. Acredito que esse reconhecimento pode inspirar pessoas de outros países a compreenderem que é possível acreditar em seus sonhos e torná-los verdades concretas. Minhas conquistas são o fruto do meu trabalho e estudo, da persistência e da verdade que tenho comigo. Agradeço a Deus por ter clientes maravilhosos que confiam e acreditam em mim

 

TW – Atualmente você é membro do Clube de Presidentes Berkshire Hathaway Home Services EWM Realty. Como funciona seu trabalho com a empresa? É um trabalho de exclusividade? Fale um pouco sobre sua atuação com o grupo.

JP – A Berkshire Hathaway é como se fosse no Brasil a matriz, e eu sou a agente aqui nos EUA. É muito importante estar filiada a uma empresa conhecida, e eu queria me filiar a uma organização que possuísse know how internacional para criar raízes fortes. Todos que conhecem o Sr. Warren Buffett sabem que onde tem o nome dele não há falhas. Não pensei duas vezes e decidi fazer parte do grupo. Berkshire Hathaway Home Services é uma rede de franquias de corretagem de imóveis projetada para o mercado imobiliário atual. De compradores de primeira viagem a mercados residenciais de alto padrão, a comunidades de mercado intermediário e imóveis comerciais, seus franqueados são experientes, ágeis e locais. Eu trabalho exclusivamente com ele, mas de forma independente, pois possuo o meu próprio grupo dentro da empresa, que é o Jennifer Price Group, composto por mim, que sou a líder, pela Vanessa Mayer, que é meu braço direito, e mais um colaborador. A BH assume o primeiro lugar da maior empresa imobiliária residencial dos EUA, com base nas transações, possuindo assim uma rede global de clientes, uma equipe de marketing extremamente qualificada, um jurídico forte que acompanha o cliente do início ao fim da compra e a minha equipe é claro. Isso possibilita dar um suporte completo ao cliente que está em qualquer lugar do mundo, e podemos atender às mais variadas demandas. Poucas empresas têm essa estrutura, e é por isso que apresentamos tantos diferenciais. Quando nosso nome aparece em uma placa de um imóvel, significa algo. É uma promessa de confiança, integridade, estabilidade, longevidade e os mais altos padrões de trabalho. E não aceitamos essa promessa levianamente. É por isso que você verá esses valores refletidos em cada escritório, cada agente, cada interação. Berkshire Hathaway Home Services é o nome em que os compradores e vendedores confiam, um padrão de qualidade.

 

TW – A Flórida é considerada um dos mercados imobiliários residenciais mais robustos nos Estados Unidos. Quais os principais atrativos desse mercado?

JP – Os investidores globais compram em Miami porque é uma cidade completa, de nível internacional, com preços imobiliários melhores que em outras cidades globais semelhantes. Esses compradores se sentem em casa com nossa diversidade e aceitação de todas as culturas. Mais da metade das vendas internacionais de residências na Flórida, durante o último ano fiscal, foi em Miami, Fort Lauderdale e West Palm Beach, de acordo com o relatório. Orlando e Tampa seguiram com uma participação de mercado de 10% e 8%, respectivamente. Além disso, a Flórida foi responsável por 20% de todas as vendas internacionais de residências nos EUA em 2021, de acordo com dados da National Association of Realtors. Na Flórida, a vida voltou ao normal mais rapidamente que em outras localidades após a pandemia da Covid-19, e esse sentimento de normalidade trouxe o estímulo de consumo a patamares surpreendentes, especialmente considerando os incentivos financeiros dos Governos Estadual e Federal, atrelados aos juros baixos. Muitos profissionais permanecem trabalhando em casa, mesmo após ter a rotina normalizada na Flórida, o que levou à necessidade de casas maiores. Outro fator foi o efeito migratório: americanos de outros estados mudaram-se espontaneamente para estados do Sul, sobretudo para a Flórida, que atrai esse fluxo de pessoas, principalmente as interessadas em benefícios como carga tributária estadual menor, clima tropical e custo de vida menor. A Flórida tem a combinação ideal de variáveis como destino. Além de nosso clima (sempre um grande apelo), somos um estado com baixos impostos. A mudança na lei tributária e 2018 ajudou a estimular o crescimento de residentes em estados com impostos elevados, como Nova York e Califórnia. Com as paralisações, isso também parou; mas, com o estado aberto, estamos vendo mais uma vez snowbirds, exceto que, em muitos outros casos, esta é agora uma verdadeira segunda casa, permanecendo pelos 183 dias obrigatórios a fim de conseguir a residência. O aumento de dias em nossas comunidades ajuda a todos, pois esses indivíduos precisam de serviços prolongados, não necessariamente aplicáveis para aqueles em estadias de férias mais curtas. A Flórida é a segunda depois do Texas em termos de migração interna, com uma rede de 661 pessoas por dia se mudando para o nosso estado. Nós nos tornamos uma verdadeira comunidade internacional, com visitantes de todo o mundo se reunindo aqui regularmente. À medida que avançamos pelas dificuldades da pandemia e continuamos nosso retorno à normalidade, não temos dúvidas de que a popularidade do sul da Flórida nos EUA e no exterior sempre impactou positivamente nossa comunidade.

 

TW – Quais são as opções de imóveis mais procuradas na região? Eles atendem a que perfil de público?

JP – Atendemos a todo perfil de público. Há pessoas que vão a Miami à procura de apartamento de temporada e outras que querem sair de seus pequenos apartamentos de Manhattan para confortáveis casas sob o céu azul. São possibilidades diversas que o mercado de cidade oferece. O novo estilo de design, moderno e arrojado, também tem atraído noivos e casais jovens que estão investindo na cidade. É uma nova geração. Considero um bom momento para investir em imóveis na Flórida, os preços estão subindo, especialmente apartamentos. Quem comprar agora terá seu imóvel bem valorizado em poucos anos.

 

TW – Os empresários brasileiros são reconhecidamente potenciais clientes no mercado de Miami. Quais são as orientações que você dá para quem procura um empreendimento na cidade?

JP – Os nossos empreendimentos são uma possibilidade de investimento para o futuro, não apenas imóveis residencias como comerciais. Para os brasileiros que gostam de vista para o mar eu recomendo Brickell, Downtown, Edgewater, Coconut Grove e Coral Gables um bom apartamento que pode ser usado para um futuro aluguel como renda extra. A hora é agora, pois daqui a 5 anos Miami continuará a crescer e os preços também aumentarão. Por esse motivo, me chamem que vou lhes explicar, ou lhes mostrar os melhores lugares do sul de Miami para que entendam melhor as diferenças e benefícios de cada bairro. A taxa de juros publicada no FreddieMac para uma hipoteca de taxa fixa de 30 anos em meados de outubro de 2021 era de 3,05%, enquanto a hipoteca de taxa fixa de 15 anos era de 2,30%. Sem dúvida, as taxas baixas, e contínuas, têm contribuído para o crescimento e a acessibilidade da casa própria nos últimos anos, bem como para os aumentos robustos nos preços das casas em muitas áreas do país. Dito isso, assim como o custo de uma casa aumenta com as taxas de juros baixas, ele diminuirá quando as taxas de juros aumentarem. Nossos problemas de estoque no sul da Flórida continuarão a manter os valores residenciais em alta no futuro previsível, mas, eventualmente, as taxas começarão a subir, e isso terá impacto em áreas selecionadas do mercado.

 

TW – Há planos da empresa BHHS EWM ou da Jennifer Price Group ter um escritório no Brasil?

JP – Ainda não há no momento, mas isso não é impedimento. Eu viajo muito ao Brasil! Eu faço muitas visitas a São Paulo. É só marcar que eu vou visitar, levar material dos novos imóveis e grandes lançamentos. Podemos fazer videoconferências por Zoom ou como o cliente quiser.

 

TW – Você esteve recentemente no Brasil. O que achou desde a sua última vinda?

JP – O Brasil me encanta. São Paulo é uma cidade cosmopolita, linda e encantadora. Um mundo corporativo. Adoro como os brasileiros nos tratam, com carinho e muita energia. Foram poucos dias, apenas três noites, mas fui a vários eventos e em casas de amigos. Sinto-me abraçada aqui, as pessoas são felizes, alegres e demonstram que, embora eu saiba e leia sobre os temas políticos que o país vive, todos estão confiantes. Isso é fantástico.

EBM (Executive Board Meeting), almoço empresarial realizado pelo GCSM e pelo Fórum das Américas. Na foto ao lado do ex-presidente Michel Temer
Coquetel no Consulado da Áustria, em São Paulo. Na foto ao lado de esposa do Embaixador da Áustria no Brasil, senhora Angelika Scholz

TW – Ao realizar um trabalho diferenciado como o seu, que tipo de legado pretende construir?

JP – Na verdade me sinto uma pessoa muito afortunada. Eu encontrei não apenas um caminho, mas conhecimento na hotelaria e depois na revista, que me preparou para a carreira no setor imobiliário. Eu quero incorporar um propósito em minha vida, unindo o pessoal e o profissional, de forma integrada com a natureza e me conectar com pessoas de forma sincera. Transmitir amor, o bem e paz às pessoas. Sou da filosofia que quando ajudamos ao próximo, ajudamos a nós mesmos. Eu me orgulho do fato de que muitos clientes são como uma família paralela. Mesmo depois da transação concluída, eu continuo a ajudá-los como posso, pois após a compra muitos precisam de escolas para os filhos, um bom pintor ou um piscineiro.

Nosso app

Leia onde e quando quiser

Faça o download do nosso app e leia onde e quando quiser.

Publicidade
testedimarmo.info mielenkiintoinen omin kasin