O alfaiate do presidente Getúlio Vargas

por The Winners
0 comentário

Zé Raymundo, como era conhecido, foi alfaiate por 60 anos dos seus 81 vividos com a costura, alfaiate de mãos cheias. Com seu ateliê no mesmo bairro, da Bela Vista, fez história, família, muitos amigos e clientes.

Natural da Calabria, Fuscaldo, tinha temperamento forte e definido. Os amigos sempre diziam: “Zé, quero um terno para um casamento, capricha! E ele respondia: caprichado é mais caro, mas fique tranquilo, vai ter um terno para ir até no batizado dos filhos dos noivos”.

Bem-humorado, competente e com clientes como o presidente Getúlio Vargas, trabalhou a vida toda feliz, constituindo uma família formada por três filhos, Francisco, Renato e Cleide. “Meu pai sempre nos ensinou que o trabalho enobrece. Que a palavra vale mais que um contrato e que o cliente merece respeito” afirma Francisco Raymundo, seu primeiro filho, hoje um bem-sucedido empresário, que lembra com saudade dos bons tempos de vida do seu pai.

Ainda hoje, Francisco tem em seu gabinete, a máquina de costura e demais itens da alfaiataria. Casado com dona Carmen, Zé Raymundo era uma pessoa que acreditava no Brasil, tinha a esperança de ver a cada ano um país melhor. Ao ter os três filhos formados na universidade, se dizia um ser humano realizado.

You may also like

Deixe um Comentário